SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Agências Reguladoras: 1.928 vagas serão abertas em 2015

Faltando poucos dias para o término de 2014, o ano de 2015 promete ser bastante movimentado no âmbito dos concursos. No caso das agências federais, por exemplo, a previsão é que ocorram seis novas seleções públicas. Juntas, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Agência Nacional de Águas (ANA), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) querem abrir mais 1.928 vagas no serviço público.
Todas essas autarquias já solicitaram a realização de novos certames ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), e, no momento, aguardam o parecer favorável da pasta, o que deve ocorrer logo no primeiro trimestre de 2015. Além das remunerações bem atraentes, que chegam a quase R$15 mil, há ainda a garantia de estabilidade no emprego, já que o regime de contratação de todas elas é o estatutário.
No caso da ANS, a oferta pleiteada foi de 102 vagas de nível médio, sendo 66 para técnico administrativo e 36 para técnico em regulação. Os cargos têm remuneração de R$5.791,25 e R$6.047,25, respectivamente, ambos já incluindo os R$373 de auxílio-alimentação. Já a ANTT pediu ao MPOG a abertura de 670 vagas nos níveis médio e superior, para as seguintes funções: técnico administrativo (45), técnico em regulação (281), analista administrativo (41) e especialista (303). As remunerações das duas primeiras funções são as mesmas da ANS, enquanto que os ganhos dos demais cargos são de R$10.916,90 e R$11.776,90, respectivamente. Para a Anvisa, o pleito foi de 120 vagas para técnico administrativo, também com o rendimento de R$5.791,25.

Estudo deve ser antecipado – Na ANA, o concurso deverá atrair candidatos de todo o país, em busca de uma das 32 vagas de analista (graduados) para a sede, em Brasília, com remuneração de R$10.916,90. A seleção poderá selecionar profissionais para as mesmas áreas do certame feito em 2008 pela Esaf, incluindo ainda as funções de biólogos e engenheiros, presentes no quadro de servidores. Na ocasião, foram oferecidas vagas para as áreas de Comunicação Social, Administração, Ciências Contábeis e Econômicas, Arquivologia, Biblioteconomia e Tecnologia da Informação.
Outro concurso muito aguardado é o da Anac, que tem 534 vagas sendo analisadas. Caso o pedido de concurso seja aprovado na íntegra, a agência irá oferecer 31 oportunidades para técnico administrativo e 138 para técnico em regulação (ambos de nível médio). Para quem tem o ensino superior, serão abertas 83 vagas de analista administrativo e 138 de técnico em regulação de aviação civil. Vinculada à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, a Anac oferece ganhos iniciais de R$5.791,25 e R$6.047,25 para técnico administrativo e técnico em regulação, respectivamente. Já para analista e especialista, os valores são de R$10.916,90 e R$11.776,90, respectivamente.
De grande importância para a segurança nacional, a Abin promete atrair muitos concorrentes com vocação para o segmento. A seleção deverá contemplar todas as superintendências distribuídas pelo país, com oferta de 200 vagas de oficial, com remuneração de R$14.662,34; e 150 de oficial técnico, com ganhos de R$13.538,03 (ambos de nível superior). Para o nível médio, serão disponibilizadas 50 vagas de agente, com ganhos de R$5.791,31; e 70 de agente técnico, cujos rendimentos são de R$5.248,93. Todos os valores já incluem R$373 de auxílio-alimentação.
Fonte: Folha Dirigida

0 comentários:

Postar um comentário