SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

TCM/SP: Novo concurso para agentes autorizado

O presidente do Tribunal de Contas do Município de São Paulo, Edson Simões, autorizou, nesta terça-feira, dia 2, a realização do novo concurso público do órgão. A seleção contará com uma oferta de 40 vagas para o cargo de agente de fiscalização. Para concorrer será necessário possuir curso de nível superior. A remuneração inicial é de R$ 14.703,83, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, incluindo vencimento básico de R$ 8.447,98 e gratificação de incentivo à especialização e produtividade de R$ 6.255,85.
Além disso, durante o exercício, os servidores contam com um plano de carreiras, com oito padrões de vencimentos. As remunerações posteriores são as seguintes: R$ 15.548,62, R$ 16.477,92, R$ 17.500,13, R$ 18.624,54, R$ 19.986,41, R$ 21.221,97 e R$ 22.718,62.
A comissão do concurso já está formada e, em breve, deve iniciar os trabalhos para definição da organizadora, para que o edital de abertura de inscrições possa ser publicado no início de 2015. O grupo é presidido pelo vice-presidente do TCM Roberto Braguim e conta ainda com os seguintes servidores: Rodrigo Pupim Anthero de Oliveira, Livio Mario Fornazieri, Cláudio Figo dos Santos Júnior, Marina Branco de Araújo, Noé D’Agostini Neto, Elaine dos Reis Rúbio, Luiza Correia Hruschka, Rita Salete Pavão de Carvalho Vale, Eloisa Crunfli Cobos Martin e Mário Augusto de Toledo Reis.
No concurso anterior para o cargo, realizado em 2006, as oportunidades foram para as áreas de administração, ciências contábeis, ciências jurídicas, economia, engenharia civil, enfermeiro, escrivão de ata, assistente educacional e tecnologia da informação. Para o próximo, ainda serão definidas.

Último concurso
Na seleção de 2006, de um total de 119 vagas, 87 foram para agentes. A organizadora foi a Cetro Concursos e o processo contou provas específicas, de acordo com a área de atuação.

Além de agente, foram oferecidas oportunidades para o cargo de auxiliar técnico de fiscalização, nas áreas de suporte administrativo, técnico de enfermagem e professor de educação infantil.
Carência de pessoal
Em decorrência da grande carência de agentes, em 19 de novembro, o Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Município de São Paulo e da Câmara Municipal de São Paulo (Sindilex), havia protocolado um ofício na sede do tribunal, com um abaixo assinado, ressaltando que a acentuada redução do número de agentes prejudica a capacidade de fiscalização do órgão. De acordo com a assessoria do TCM, mesmo com a redução, a produtividade do TCM aumentou 25% em 2014, com o esforço dos servidores, incluindo 94 agentes atualmente em atividade, situação que deve ser contornada com o concurso autorizado.

Outros cargos
Embora a autorização do concurso seja somente para o cargo de agente, a expectativa é de que, em breve, outras carreiras possam contar com aval para contratações. Acontece que o órgão está promovendo estudos para avaliar a carência de servidores em seu quadro de pessoal.

Estes estudos estão sendo coordenados pelo vice-presidente, juntamente com o colegiado, que inclui o presidente Edson Simões, o conselheiro corregedor Domingos Dissei e os conselheiros Maurício Faria e João Antônio da Silva Filho.
Documento divulgado em 24 de julho, com informações sobre um levantamento realizado em 2012, indica que, de um total de 495 vagas em seu quadro, o órgão contava com pelo menos 135 em aberto dois anos atrás. Na ocasião, as necessidades eram de 33 agentes (número próximo a autorização para o novo certame), além de 63 auxiliares técnicos de fiscalização e 60 auxiliares de apoio à fiscalização. Além disso, o órgão possui 106 aposentadorias previstas para o período de 2012 a 2015, o que elevaria para 241 as vagas em aberto para o próximo ano.
De acordo com dados do sindicato da categoria, estudos realizados pela própria entidade indicam que o órgão fechou o ano de 2013 já com uma necessidade de 168 profissionais, em uma defasagem crescente notada no período de 2007 (com 418 vagas preenchidas) a 2013 (327). O levantamento destaca que, em contrapartida, a quantidade de pessoal comissionado passou de 183 para 248, com um crescimento de 36%.
Fonte: JC Concursos

0 comentários:

Postar um comentário