SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

sábado, 13 de dezembro de 2014

TRE/PR: Até o início de janeiro o edital será divulgado

TRE PR

O edital do concurso que será promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná  (TRE/PR) já está em fase de análise para aprovação final pela diretoria do órgão. De acordo com responsáveis pelo setor de recursos humanos, em decorrência da proximidade do recesso judiciário, a partir do dia 22, a tendência é de que sua publicação ocorra no início de janeiro. A organizadora, já escolhida, desde 6 de novembro, será a Fundação Carlos Chagas.
Ao todo serão oferecidas dez vagas, todas para a área de informática.  Do total, duas são para analistas, na área de análise de sistemas e oito para técnicos, sendo duas na área de programação de sistemas e seis para a área de operação de computadores.
Destaque: Prova Anterior do Tribunal Regional Eleitoral.
Para concorrer a técnico é necessário possuir apenas ensino médio e para analistas, nível superior. As remunerações iniciais são de R$ 4.947,06 para técnicos e R$ 8.118,19 para analistas.
Além disso, os servidores contam com benefícios, como auxílio-alimentação de R$ 751,96 e auxílio-creche de R$ 594,15.

Progressão
As duas carreiras contam com três classes (A, B e C), com cinco padrões de vencimentos nas duas primeiras e três na última. Desta forma, para um servidor veterano, no caso de técnico, a remuneração chega, na classe “C”, padrão 13, R$ 7.429,30. Para os analistas, no mesmo patamar, a remuneração é de R$ 12.189,38.

Último concurso
A seleção anterior para técnicos e analistas ocorreu em 2011, com oferta de duas vagas imediatas, sendo uma para analista na área judiciária e duas para técnico na área administrativa, além de formar cadastro reserva de pessoal para as duas carreiras.

Para as duas carreiras também houve cadastro de pessoal nas áreas administrativa, administrativa – especialidade contabilidade, apoio especializado – especialidade biblioteconomia e apoio especializado – especialidade odontologia. Para os técnicos, além da área administrativa, o concurso foi para formar cadastro na área de apoio especializado em enfermagem. Na ocasião, a organizadora também foi a Fundação Carlos Chagas.
Para os técnicos na área administrativa, a prova contou com 30 questões de  conhecimentos básicos (com peso um) e 30 de conhecimentos específicos (com peso três) e para técnicos de enfermagem, 20 de conhecimentos básicos (peso um) e 40 de conhecimentos específicos (três).
Para analistas, a prova contou com 60 questões, sendo 20 de conhecimentos básicos (com peso um) e 40 de conhecimentos específicos (peso três). A seleção também contou com uma redação, com peso dois, exceto para  a área de odontologia.
Fonte: JC Concursos

0 comentários:

Postar um comentário