SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

TCU é eleito melhor órgão público para se trabalhar; novo concurso já está autorizado



Breno Fortes/CB/D.A Press

O Tribunal de Contas da União (TCU) foi eleito como a melhor instituição pública para se trabalhar em 2014, de acordo com levantamento realizado pela Revista Você S/A. O órgão, que atua como fiscalizador das contas do governo federal, conseguiu 77,8 pontos na avaliação como um todo. 


Os maiores índices foram determinados pelos próprios funcionários do tribunal, que hoje conta com 2.552 servidores públicos. Segundo os números, a qualidade do ambiente de trabalho é alta: 84,5% deles estão satisfeitos e motivados com o que fazem, 83% se identificam com a instituição jurídica e 82,4% aprovam seus líderes. 



Outros requisitos que se destacaram pela considerável quantidade de pontos foram: a carreira, com 90 pontos; e a estratégia e gestão empregada pelo TCU no ano passado, com 84,6 pontos. Os itens com menor pontuação foram remuneração e benefícios (58 pontos) e cidadania empresarial (43,5 pontos). 



O levantamento ainda traz dados como a idade média dos servidores do tribunal, que é de 44 anos, e o tempo de permanência dos funcionários no emprego, cerca de 16 anos. 


Este é o segundo ranking feito pela revista. Em 2013, a Eletrobrás Eletronorte venceu como a melhor das instituições públicas para se trabalhar, com 84,3 pontos. 


Novo concurso 
Os concurseiros estão aguardando o lançamento do edital de abertura do novo concurso do TCU. A seleção já foi autorizada em julho do ano passado e vai abrir 31 vagas, sendo 19 para técnicos federais de controle externo, e 12 para auditores federais de controle externo. As chances serão para lotação no Distrito Federal (que deterá a maioria das vagas), Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, São Paulo e Roraima.



O último concurso para auditor foi realizado em 2013. Foram 29 vagas e salário de R$ 12.076,90. O concurso esteve sob a responsabilidade do Centro de Seleção e de Promoção da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), e contou com 4.884 inscritos - uma concorrência de 168 por chance. 



Para o cargo de técnico, o último certame aconteceu em 2012. Também tendo o Cespe/UnB como banca, a seleção ofereceu 33 chances com remuneração inicial de R$ 6.308,42. Foram 29.640 candidatos, o que significou 898 concorrentes por vaga aberta.

Fonte: Correioweb
.

0 comentários:

Postar um comentário