SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Ministério da Fazenda - Concurso para 2º e 3º grau. O pedido é de 5.500 vagas

O Ministério da Fazenda solicitou ao Ministério do Planejamento 5.500 vagas para os novos concursos planejados para este ano. Desse total, 3.500 são para a área administrativa, sendo 3 mil para assistente técnico-administrativo e 500 para analista técnico- administrativo. As outras 2 mil vagas são destinadas ao cargo de auditor-fiscal da Receita Federal, secretaria que receberá a maior parte dos aprovados na seleção para a área de apoio da Fazenda.
Para assistente, é exigido o ensino médio e a carreira dá direito a remuneração de R$3.671,82. analistas técnicos e auditores-ficais precisam ser graduados em qualquer área e têm iniciais de R$4.884,02 e R$16.116,64, respectivamente. A expectativa é de que o número de vagas oferecidas seja ainda maior, já que haverá oportunidades também para analista-tributário, ainda sem o número de vagas definido.
O quantitativo foi informado pelo presidente do sindicato da categoria (Sindfazenda), Luís Roberto da Silva, que disse ter obtido os dados junto à Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração (Spoa) da Fazenda. Consultado, o ministério não negou a informação, afirmando apenas que não comentará o assunto. No momento, o pedido para a realização dos concursos aguarda a aprovação e sanção do orçamento da União para 2015, segundo a Receita Federal.

O Ministério da Fazenda já promoveu três concursos para assistente técnico-administrativo. O último, realizado no ano passado, teve 263.770 inscritos concorrendo a 1.026 vagas. A nomeação dos classificados foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda- feira, dia 9. A lista com o nome dos aprovados e a respectiva lotação e exercício pode ser conferida no arquivo anexado abaixo. Os endereços e telefones de contato para a posse estão disponíveis no site da Escola de Administração Fazendária (Esaf).

Assista ao vídeo "Como passar em concursos da área fiscal" e estruture a sua preparação.



Com informações da Folha Dirigida

0 comentários:

Postar um comentário