SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Secretaria da Fazenda/SP quer preencher 729 vagas em 2015

A Secretaria da Fazenda de São Paulo (Sefaz/SP) pretende preencher 729 vagas, no decorrer deste ano, por meio de realização de concurso público e convocação de remanescentes. O órgão encaminhou solicitação à Secretaria Estadual de Gestão Pública (SGP/SP) que irá avaliar as condições orçamentárias para suprir a demanda. Possivelmente as vagas serão distribuídas desta maneira: 630 para o cargo de técnico de apoio à arrecadação tributária, com exigência de ensino médio; 88 para a carreira de analista em planejamento, orçamento e finanças públicas e 11 para o cargo de executivo público, ambos com exigência de nível superior em qualquer área. A remuneração inicial para o posto de técnico é de R$ 1.735,24, podendo chegar a R$ 2.628,47, em caso de recebimento de 100% do prêmio de incentivo à qualidade (PIQ). Para analistas, o salário inicial é de R$ 5.800. No caso do posto de executivo público, o valor é de R$ 4.232,42, podendo chegar a R$ 5.373,61, com a totalidade do PIQ.

 O último processo seletivo para o cargo de técnico de apoio à arrecadação tributária aconteceu em 2010 e contou com 49.716 inscritos. Na ocasião foram oferecidas 550 vagas. A prova foi composta de 80 questões, sendo 40 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. Conhecimentos gerais incluíram temas de língua portuguesa, matemática e raciocínio lógico, noções de informática e atualidades. Em conhecimentos específicos, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, noções de direito penal, noções de direito tributário e noções de direito civil. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas. No caso de analista, o último concurso ocorreu em 2013, com oferta de 257 vagas, sendo organizado pela Fundação Vunesp. A seleção contou com duas provas objetivas, análise de títulos e curso de formação profissional. Neste caso, é possível que as vagas sejam preenchidas por remanescentes, uma vez que o concurso ainda está em validade. Cada prova contou com 80 questões. Na primeira, de conhecimentos gerais, os temas foram sobre língua portuguesa, atualidades, matemática financeira e estatística básica e direito constitucional. Na segunda, de conhecimentos específicos, direito financeiro e tributário, economia e finanças públicas, contabilidade geral e pública, planejamento e orçamento governamental e técnicas de auditoria.

Fonte: CorreioWeb

0 comentários:

Postar um comentário