SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quarta-feira, 25 de março de 2015

INSS - Requerimento já está em análise no Ministério do Planejamento

Já foi encaminhado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) o requerimento de informação (RI) do deputado federal Chico Alencar (Psol-RJ), questionando quando ocorrerá o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), quantas vagas serão autorizadas, para quais cargos e quais medidas serão tomadas para cobrir o déficit de pessoal da autarquia.

O RI foi apresentado à Câmara dos Deputados no último dia 12, e teve o deputado Waldir Maranhão (PP/MA) designado como relator. No último dia 20, o requerimento foi aprovado pelo presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e encaminhado ao MPOG. A resposta da pasta deve ser dada em até 30 dias úteis, mas o deputado Chico Alencar afirmou que irá pressionar o Planejamento a dar a resposta o mais rápido possível.

 O INSS solicita 4.730 vagas, sendo 2 mil de técnico do seguro social, de nível médio, 1.580 de analista do seguro social, de nível superior, e 1.150 de perito médico, para graduados em Medicina. Os rendimentos iniciais são de R$4.620,91 para técnico, R$7.504,45 para analista e R$10.559,64 para perito. Um dos entraves para o sinal verde foi removido no último dia 17, quando foi aprovado o Orçamento da União deste ano. Agora, ele precisa ser sancionado pela presidente Dilma Rousseff.

A chefe do executivo afirmou que isso ocorrerá em breve, mas posteriormente acontecerá ainda um contingenciamento. Após essa revisão orçamentária, espera-se que a seleção possa ter o aval. Logo após a sanção do orçamento, a presidente do INSS, Elisete Berchiol, irá cobrar o concurso ao Ministério do Planejamento. Além dela, o ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, negocia o número de vagas a ser autorizado com a pasta.

Enquanto não tem o sinal verde, a autarquia luta contra a carência de pessoal e as iminentes aposentadorias. Há vacância de mais de 5 mil servidores e mais de 10 mil em condições de se aposentar, números que alertam o governo para a situação delicada do instituto. Diante disso, o Tribunal de Contas da União (TCU) constatou que, caso a autarquia não contrate novos servidores, há risco de colapso. Além de Chico Alencar e do TCU, a Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social (Anasps) também luta pela seleção e chegou a informar que o número solicitado está defasado, devido à demora na autorização.

Estudos em dia - Quem sonha em conquistar uma vaga no INSS deve manter os estudos em dia, de forma a estar bem preparado. A última seleção para técnico e perito, em 2011, organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC), é o melhor guia para quem sonha com um desses cargos na autarquia. O analista, por sua vez, teve o último concurso organizado pela FunRio, em 2013. 


Fonte: Folha Dirigida

0 comentários:

Postar um comentário