SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Anatel e Antaq recebem autorização para 243 nomeações

O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão autorizou por meio das portarias nº 238 e 239 publicadas no "Diário Oficial da União", desta quarta-feira (24), a nomeação de 243 candidatos aprovados nos concursos da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).
A portaria nº 238 autoriza a nomeação de 100 candidatos aprovados no concurso público para cargos de nível superior e intermediário pertencentes ao quadro de pessoal efetivo da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), autorizado pela portaria nº 556, de 27 de dezembro de 2013.

São 48 vagas para especialista em regulação de serviços públicos de telecomunicações, 20 para analista administrativo, 12 para técnico em regulação de serviços públicos de telecomunicações e 20 para técnico administrativo.

O provimento dos cargos deve ocorrer a partir de junho de 2015 e está condicionado à existência de vagas na data de nomeação; e à declaração do  respectivo ordenador de despesa sobre a adequação orçamentária e financeira das novas despesas à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.
São 52 vagas para especialista em regulação de serviços de transportes aquaviários, 17 para analista administrativo e 55 para técnico em regulação de serviços de transportes aquaviários e 19 para técnico administrativo.A portaria nº 239 autoriza a nomeação de 143 candidatos aprovados no concurso público para  cargos de nível  superior e intermediário  pertencentes ao  quadro de pessoal  efetivo da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), autorizado pela portaria nº 22, de 21 de janeiro de 2014.
O provimento dos cargos deve ocorrer a partir de junho de 2015 e está condicionado à existência de vagas na data de nomeação; e à declaração do respectivo ordenador de despesa sobre  a adequação  orçamentária e financeira das novas despesas com a Lei Orçamentária Anual e sua  compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.

Com informações do G1

0 comentários:

Postar um comentário