SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

sexta-feira, 12 de junho de 2015

IBGE - Presidente afirma que concurso é inevitável! Seleção para os níveis médio e superior ainda este ano!

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tem cobrado o seu concurso ao Ministério do Planejamento. Quem informou foi o diretor de pesquisas do IBGE, Roberto Olinto, em evento comemorativo dos 79 anos da fundação. Ainda segundo o dirigente, essa seleção faz parte de uma política que prevê concursos periódicos na instituição. Na visão dele, a abertura do concurso é inevitável. “Nós continuamos insistindo no concurso, que segue sob análise no Ministério do Planejamento, e temos cobrado essa seleção permanentemente. As necessidades estão em vários níveis, dentro de um plano de recomposição de aposentadorias e, inclusive, para atender a novas demandas. Essa seleção faz parte de uma política permanente de concursos, pois o IBGE está sempre preocupado com isso.”
O diretor de pesquisas revelou ainda que as vagas serão para todo o país, incluindo o Rio de Janeiro. Ele orientou os interessados a estudarem, pois o concurso irá acontecer. “Não temos como dizer ainda quando o edital será publicado, porque o processo encontra-se no Ministério do Planejamento. As vagas serão distribuídas pelo Brasil inteiro, incluindo o Rio. Esse concurso vai acontecer, sem dúvida nenhuma, e os interessados podem estudar”, assinalou. A presidente do IBGE, Wasmália Bivar, também aconselhou os interessados a estudarem: “Quem deseja ingressar no IBGE deve estudar sempre. Nós temos a perspectiva de fazer concursos, e queremos que os servidores do instituto sejam qualificados”.
Movimentações – O IBGE solicita 1.564 vagas, sendo 1.044 para técnico em informações geográficas e estatísticas, de nível médio, e 520 de analistas e tecnologistas, que exigem nível superior. Para o cargo de 2º grau, a remuneração é de R$3.323,91, e no caso das funções de nível superior, de R$7.039,83, podendo aumentar para R$7.414,04, R$7.788,25 ou R$8.691,63, dependendo, respectivamente, de títulos de aperfeiçoamento, mestrado ou doutorado. Todos os valores incluem o auxílio-alimentação, de R$373. Após negociações, o diretor-executivo do IBGE, Fernando Abrantes, disse à Associação e Sindicato Nacional dos Servidores do IBGE (ASSIBGE-SN) que deverão ser autorizadas 660 vagas, sendo 400 para o 2º grau e 260 para o 3º. 
O processo de autorização teve diversas movimentações nos últimos dias (veja aqui).
Fonte: Gran Cursos

0 comentários:

Postar um comentário