SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

segunda-feira, 22 de junho de 2015

MPOG altera cronograma e outros itens importantes do edital

MPOG Planejamento autoriza ocupação de 551 cargos do Ministério da Ciência, Tecnologia e InovaçãoO Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) retificou nesta segunda-feira, dia 22, itens importantes do edital do concurso para 556 vagas. A principal alteração, conforme publicação no Diário Oficial da União (DOU), é no cronograma do concurso, com mudanças no prazo de inscrição, que foi ampliado até o dia 15 de julho, e na data das provas objetiva e discursiva, marcadas agora para 30 de agosto. Com isso alterou-se também a data de divulgação do cartão de confirmação, que, segundo o novo cronograma, será liberado em 20 de agosto, e a data para divulgação dos gabaritos preliminares, que serão publicados em 1º de setembro. O prazo de validade do concurso também teve mudança e será de um ano, podendo dobrar. Todas as alterações podem ser consultadas no anexo abaixo.
As datas para os pedidos de isenção e para o pagamento da taxa de R$100 (carreiras de arquiteto, engenheiro, geólogo e economista) e de R$90 (demais funções) também foram retificadas. Os pedidos deverão ser protocolados até o dia 15 de julho, e o pagamento efetuado até 3 de agosto. A pasta alterou ainda a descrição sumária das atividades do médico, além da nomenclatura da gratificação, que inclui a remuneração dos cargos de analista em tecnologia da informação, engenheiro, arquiteto, economista, geógrafo e geólogo.
O Ministério do Planejamento oferece 556 vagas, e as remunerações iniciais variam entre R$3.998,42 e R$5.969,31, inclusos os R$373 do auxílio-alimentação. As cargas de trabalho são de 20 ou 40 horas semanais, a depender do cargo. São 534 as vagas para lotação na própria pasta, sendo 300 de analista de Tecnologia da Informação e as demais de analista técnico administrativo (83), engenheiro (54), geógrafo (17), geólogo (16), arquiteto (16), contador (14), arquivista (9), médico (4), economista (7), assistente social (7), administrador (6) e técnico em assuntos educacionais (1), todas destinadas a graduados. As inscrições seguem sendo aceitas no site do Cespe/UnB, organizador.
As outras 22 vagas são para a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), localizada em Brasília e vinculada ao Planejamento. Dessas, quatro são para técnico de nível superior e 18 para técnico em assuntos educacionais. Conforme a lei, há vagas reservadas para portadores de deficiência – que devem encaminhar, até 15 de julho, ao Cespe, uma cópia do CPF e do documento de identidade, bem como o original ou cópia autenticada do laudo médico – e negros, que deverão autodeclarar-se no ato da inscrição.

Cursos em PDF
As oportunidades são para lotação em municípios nas cinco regiões do país, conforme distribuição que consta nos anexos do edital. Cinco são para o Rio de Janeiro, sendo duas de analista técnico- administrativo, duas de arquivista e uma de engenheiro. As provas serão aplicadas em todas as capitais versando sobre Conhecimentos Gerais e Específicos no exame objetivo, enquanto que a avaliação discursiva consistirá em redação (MPOG) ou em duas questões (Enap). Os candidatos ao cargo de analista de TI serão submetidos ainda uma prova de títulos.

0 comentários:

Postar um comentário