SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Receita Federal aguarda autorização para novos concursos!

logo-receita-federalReceita Federal foi autorizada nesta quinta-feira, dia 11/6, a nomear os 272 excedentes do concurso para Auditor-Fiscal, realizado em 2014. A portaria com a nomeação dos aprovados além do número inicial de vagas (o edital previa 278, já preenchidas) sairá nos próximos dias. Além de minimizar o déficit de pessoal na Receita, a autorização, que se deu de forma excepcional – tendo em vista que foi realizado por ato do Presidente da República-, única autoridade do Poder Executivo capaz de convocar excedentes em número superior a 50% do contingente inicial de vagas, é um sinal de que o governo está sensível às necessidades do órgão.
Além da convocação de novos Auditores-Fiscais, o Ministério da Fazenda acompanha os pedidos de autorização, junto ao MPOG, para a publicação de editais para:
  • 3.000 vagas para Assistente Técnico-Administrativo – ATA (nível médio) para lotação na unidades do MF espalhadas pelas capitais e cidades de porte médio do país. Remuneração inicial de R$3.671,82 (incluindo auxílio-alimentação, de R$373);
  • 500 vagas para Analista Técnico-Administrativo (qualquer nível superior)Remuneração inicial de R$4.884,02;
  • 2.000 vagas para Auditor-Fiscal e Analista-Tributário, para atuação na Receita Federal. A remuneração inicial é de R$16.116,94 e R$9.629,42, respectivamente. Ambas exigem ensino superior em qualquer área.
O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, tem demonstrado preocupação com os níveis da arrecadação federal, o que deve agilizar a liberação do concurso, já que a Receita Federal é responsável por 70% da arrecadação de tributos do país.
No caso de auditor, a urgência é agravada, haja vista o grande volume de aposentadorias: foram mais de 600 no ano de 2014 e 307 aposentadorias somente nos cinco primeiros meses deste ano. Mesmo com o ingresso dos 272 excedentes do último concurso, a autorização para uma nova seleção é essencial, como já ressaltou o coordenador geral de Gestão de Pessoas da Receita, Francisco Lessa. “Precisaremos sim realizar um novo concurso para os dois cargos em 2015. Uma providência não exclui a outra, porque a necessidade é muito maior.”
As seleções para auditor e analista são feitas pela Esaf e compostas por provas objetivas, provas discursivas, além de sindicância de vida pregressa. 
Quer ser Auditor-Fiscal? Prepare-se com quem entende do assunto!


0 comentários:

Postar um comentário