SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Correios - Empresa confirma oferta e divulga previsão de edital

Agora é oficial. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos abrirá concurso para o preenchimento de cerca de 2 mil vagas e formação de cadastro de reserva nos cargos de carteiro e operador de triagem e transbordo, ambos com requisito de nível médio, com a remuneração inicial podendo chegar a R$3 mil mensais, aproximadamente. De acordo com os Correios, a previsão é que o edital seja divulgado até o fim do próximo mês.
Fontes ligadas à presidência da estatal deram conta que serão oferecidas cerca de 2 mil vagas, a maioria para carteiro. Ainda de acordo com fontes, a seleção deveria ser realizada ainda neste semestre, já que os preparativos estão bastante avançados, perspectivas que agora são oficializadas pelos Correios. O processo de escolha da organizadora, por exemplo, já foi iniciado há pelo menos um mês. Por essa razão, o esperado é que o anúncio da instituição escolhida aconteça já nas próximas semanas.
Em reunião realizada no último dia 21, a direção da empresa já havia informado que a seleção seria lançada em breve, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect). Em outra reunião, no dia 15, os Correios já haviam confirmado a abertura de cerca de 2 mil vagas, segundo o presidente da Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect), José Aparecido Gandara.

As vagas serão distribuídas por diferentes regiões, com o Rio de Janeiro estando entre as localidades que receberão parte da oferta. Também haverá chances para São Paulo, Distrito Federal, Minas Gerais, Bahia, Rio Grande do Sul, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco, Paraná e Santa Catarina. Outra informação é que a nova seleção será feita por meio de provas objetivas, com um total de 40 a 50 questões, sobre Português, Matemática e Conhecimentos Gerais (no lugar de Informática), além de teste de esforço físico, eliminatório, para verificar as condições do candidato para o desempenho da função.
Conforme explicaram os Correios, a remuneração inicial informada é composta pelo salário básico inicial, de R$1.084,35, acrescido de Gratificação de Incentivo à Produção (GIP), Adicional de atividade, diferencial de mercado, vale alimentação/refeição, vale cultura, além de valores depositados no fundo de pensão e do custeio do plano médico e odontológico. Alguns desses benefícios têm valor variável. Em novembro do ano passado, a Justiça do Trabalho decidiu que os Correios devem contratar concursados em número equivalente à demanda de pessoal, a ser definida em estudo que deverá ser realizado. No último dia 16, a empresa recorreu da decisão. Segundo as federações que representam os trabalhadores da estatal, a necessidade é de 15 mil a 70 mil servidores (incluindo substituição de terceirizados).
Com informações da Folha Dirigida.

0 comentários:

Postar um comentário