SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Agências Reguladoras - estabilidade e boas remunerações atraem muitos

A estabilidade e as boas remunerações de até R$12.347,29 proporcionadas pelas agências reguladoras são os atrativos dos concursos da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS); Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP); e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que em breve publicarão os editais. No total, as autarquias oferecerão 286 vagas em cargos dos níveis médio, médio/técnico e superior, com vagas para o Rio de Janeiro. As agências aceleram os preparativos das seleções e já escolhem a organizadora, para publicarem os editais antes de 24 de dezembro, prazo estipulado pelo Ministério do Planejamento.

Para técnico administrativo, a remuneração é de R$6.071,52, e para técnico em regulação, de R$6.330,52. No caso do nível superior, os analistas têm rendimentos de R$11.444,29, e os especialistas, de R$12.347,29. Em todos os valores, está incluído o auxílio-alimentação, de R$373. A ANS, com sede no Rio de Janeiro, contratará 66 técnicos administrativos e 36 técnicos em regulação. Com isso o edital trará 102 vagas. Para concorrer a uma dessas funções, os concorrentes precisam ter nível médio ou médio/técnico.

A agência conclui a escolha da organizadora do concurso, para em seguida definir, junto à banca, as cidades de lotação, o calendário, o programa e a taxa de inscrição. É provável, no entanto, que a maior parte das vagas seja para o Rio de Janeiro. A última seleção pública foi feita em 2013, e constou de uma prova objetiva com 120 questões (de Conhecimentos Básicos e Específicos), bem como de uma redação sobre Atualidades.


A ANP, segundo sua Assessoria de Imprensa, irá publicar o edital, logo após a escolha da banca. A autarquia não informou um prazo para escolher a instituição, mas já deve estar na fase final da escolha, que provavelmente ocorrerá por dispensa de licitação. A distribuição das vagas pelos estados, também segundo a ANP, será divulgada somente no edital de abertura. O Rio deverá ter grande parte das oportunidades, pois o escritório central da agência é na capital fluminense. Serão oferecidas 34 vagas, sendo 14 de técnico em regulação de petróleo e derivados, álcool combustível e gás natural, de nível médio ou médio/técnico, e 20 de técnico administrativo, de nível médio.

Já a Anac vai oferecer 150 vagas imediatas. Quem tem o ensino médio poderá disputar 15 chances de técnico administrativo ou 45 de técnico em regulação de aviação civil. Os graduados terão 25 oportunidades de analista administrativo (curso superior em qualquer área) e 65 de especialista em regulação de aviação civil (superior em áreas específicas). A autarquia não deve demorar para escolher a organizadora, podendo finalizar ainda as regras do edital de forma célere para sua publicação sair antes do prazo previsto.

Fonte: Blog do Concurso

0 comentários:

Postar um comentário