SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

IBGE - Instituto tem pressa na divulgação do edital com 600 vagas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prepara o concurso para 600 vagas em cargos dos níveis médio e superior. No momento, a fundação estuda a distribuição das vagas pelo país e, após isso, iniciará a elaboração do projeto básico da seleção, que será entregue às instituições interessadas a organizar a seleção. O IBGE não informou prazos para cumprir cada etapa, mas assegurou, por meio de sua Assessoria de Imprensa, que pretende divulgar o edital o mais breve possível.  Além disso, o diretor-executivo, Fernando Abrantes, informou à Associação e Sindicato Nacional dos Servidores (ASSIBGE-SN) que as provas serão aplicadas no último trimestre deste ano, o que reforça a ideia de que há pressa em realizar o concurso.

O edital, segundo a portaria de autorização, precisa ser publicado até 27 de janeiro de 2016, prazo, portanto, que será encurtado. Das 600 vagas, 460 são de técnico em informações geográficas e estatísticas, que exige o nível médio e tem remuneração inicial de R$3.471,85, podendo chegar a até R$5.011,01, com titulação. As demais 140 são para o nível superior, sendo 90 de analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas e 50 para tecnologista, com rendimentos de R$7.373,49, chegando a até R$9.107,88, também com a titulação. 

A Assessoria de Imprensa do IBGE adiantou também que, para os cargos de analista e tecnologista, a maioria das vagas será para o Rio de Janeiro, onde a fundação tem sede. Ainda de acordo com o setor, as vagas de técnico serão distribuídas pelas unidades do IBGE em todo o país. A ASSIBGE-SN acredeita, porém, que o quantitativo de técnico será destinado a locais não contemplados no último concurso, em 2013. Essa informação reforça a ideia de que a cidade do Rio terá oportunidades, já que em 2013 não foi contemplada.

As vagas de analista e tecnologista serão distribuídas por áreas, cujo requisito é a graduação específica. O IBGE informou que essas áreas serão divulgadas somente na publicação do edital. No último concurso, em 2013, houve oportunidades para analistas nas áreas de Administração Escolar, Análise de Sistemas, Arquivologia, entre outros. Para tecnologistas, houve chances em Geografia, Estatística, Biblioteconomia, Cartografia, entre outros.

No último concurso, sob organização da Fundação Cesgranrio, os candidatos a técnico foram avaliados por meio de 60 questões objetivas, versando sobre Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Geografia, Conhecimentos Específicos, Conhecimentos Gerais e Noções de Informática. Os interessados nas vagas de analistas responderam a 60 ou 70 questões, dependendo da área. O exame versou sobre Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Conhecimento Específico, também de acordo com o cargo.

Técnico: veja programa do último concurso
LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão e interpretação de texto; A organização textual dos vários modos de organização discursiva; Coerência e coesão; Ortografia; Classe, estrutura, formação e significação de vocábulos; Derivação e composição; A oração e seus termos; A estruturação do período; As classes de palavras: aspectos morfológicos, sintáticos e estilísticos; Linguagem figurada; Pontuação.

RACIOCÍNIO LÓGICO: Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações entre pessoas, lugares, coisas ou eventos, deduzir novas informações e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; aritmética, álgebra e geometria básica.

GEOGRAFIA: Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas geográficas (latitude e longitude); Representação: leitura, escala, legendas e convenções. Natureza e meio ambiente no Brasil: Grandes domínios climáticos; Ecossistemas. As atividades econômicas e a organização do espaço: Espaço agrário: modernização e conflitos; Espaço urbano: atividades econômicas, emprego e pobreza; A rede urbana e as Regiões Metropolitanas. Formação Territorial e Divisão Político-Administrativa: Divisão Político-Administrativa; Organização federativa.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Conhecimentos específicos sobre o IBGE: informações sobre a Instituição, conceitos básicos para o desenvolvimento do trabalho na Agência e da atividade do Técnico de Coleta (apostila disponibilizada no site da FUNDAÇÃO CESGRANRIO para download).

CONHECIMENTOS GERAIS: Elementos de política brasileira. Cultura e sociedade brasileira: música, literatura, artes, arquitetura, rádio, cinema, teatro, jornais, revistas e televisão. História do Brasil. Descobertas e inovações científicas na atualidade e seus impactos na sociedade contemporânea. Meio ambiente e sociedade: problemas, políticas públicas, organizações não governamentais, aspectos locais e aspectos globais. Panorama da economia nacional. O cotidiano brasileiro.

NOÇÕES DE INFORMÁTICA: Correio Eletrônico (mensagens, anexação de arquivos, cópias). Periféricos. Componentes. Estruturação de diretórios, subdiretórios e arquivos. Windows 7. Browser. 

Fonte: Folha Dirigida

0 comentários:

Postar um comentário