SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

ANAC - Saiu edital! Inicial de até R$ 12.347,00

Saiu o edital do concurso da Agência Nacional de Aviação Civil que visará ao preenchimento inicial de 150 vagas, das quais 60 são destinadas para quem possui nível médio completo e 90 para nível superior. Segundo o edital, publicado no Diário Oficial da União  desta segunda-feira, dia 7, e consultado abaixo, as oportunidades são para as funções  técnico em regulação (45), técnico administrativo (15), analista administrativo (qualquer formação superior – 25) e especialista em regulação (graduação em qualquer área ou áreas específicas – 65).
As inscrições serão abertas na próxima segunda-feira, dia 14, no site da Escola de Administração Fazendária (Esaf), e seguirão até 6 de janeiro de 2016. A taxa é de R$ 90 para nível médio e R$ 150 para superior. É permitido o cadastro para técnico administrativo e analista ao mesmo tempo, já que as provas serão aplicadas em turnos distintos.  Todas as vagas são para lotação em Brasília/DF.
Para o ensino médio, 15 oportunidades são para o cargo de técnico administrativo e 45 para o de técnico em regulação, cujos ganhos são de R$ 6.062,52 e R$ 6.330,52, respectivamente. Já para quem concluiu o ensino superior, o desafio é por 25 vagas de analista administrativo (qualquer formação superior) e 65 de especialista em regulação (graduação em qualquer área ou áreas específicas, como Economia ou Ciências Contábeis, Engenharia Civil ou Engenharia de Produção ou Arquitetura, Engenharia Mecânica ou Engenharia Aeronáutica ou Engenharia de Produção), com rendimentos de R$ 11.444,29 e R$ 12.347,29, nessa ordem.
.
Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas e discursiva, marcadas para e 20 de março de 2016, em todas as capitais e no Distrito Federal, além de prova de títulos e curso de formação profissional para nível superior. A primeira será composta por 80 questões para os cargos de técnico e 130 para analista e especialista, sendo, para o posto de técnico administrativo, 50 de Conhecimentos Básicos Língua Portuguesa, Direito Administrativo, Direito Constitucional e de Informática Básica e Conhecimentos Específicos – esses últimos constituídos de Administração Geral, Gestão de Pessoas  e Raciocínio Lógico. Será aprovado quem tiver obtido, no mínimo, 40% dos pontos ponderados correspondentes a cada uma das provas objetivas; tenha obtido, no mínimo, 50% do somatório dos pontos ponderados totais de todas as provas objetivas e, ainda, não tenha obtido nota zero em nenhuma das disciplinas que integram as provas objetivas.

O resultado final do concurso está previsto para o primeiro semestre de 2016. A seleção tem validade de um ano, prorrogável por igual período.
Assista ao vídeo "Desbancando a ESAF"

O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade. Embora o concurso seja para 150 vagas, a expectativa é de que o número de nomeações chegue a 225, já que a Anac pretende pedir ao Ministério do Planejamento mais 50% das vagas durante o prazo de validade do concurso.

Com informações de Gran Cursos

0 comentários:

Postar um comentário