SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

MP/RJ - Saiu edital para técnico e analista!


Ministério Público do Estado do Rio busca reforçar seus quadros
Após muita espera, ansiedade e expectativas, foi publicado, nesta sexta-feira, dia 26, o edital do concurso do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ). São oferecidas 21 vagas imediatas, mais formação de cadastro de reserva, para cargos de 2º e 3º graus, sendo 16 destinadas a técnico administrativo, que exige o nível médio ou médio/técnico e tem remuneração inicial de R$5.207,84, sempre incluso o auxílio-alimentação, de R$825. Há uma vaga para técnico de notificações e atos intimatórios, de mesma escolaridade, também com ganhos de R$5.207,84, já com os R$825.

As demais vagas são para analistas, nas especialidades administrativa e processual, com três e uma vaga, respectivamente. Quem for concorrer a analista administrativo precisa ter nível superior completo em Administração, Ciências Contábeis, Economia ou Direito. Já a especialidade processual destina-se apenas a graduados em Direito. A remuneração para o 3º grau é de R$7.964,16, também com o auxílio. A carga horária de todos os cargos é de 40 horas semanais. Há vagas reservadas a pessoas com deficiência (consulte as orientações no item 6 do edital).
Cursos em PDF e Videoaulas
As inscrições já foram abertas, às 14h desta sexta-feira, dia 26, e seguirão até 28 de março, no SITE da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora. As taxas são de R$95 para candidatos aos cargos de 2º grau, e de R$120 para as funções de 3º grau. Os candidatos economicamente hipossuficientes que estiverem inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) poderão solicitar isenção desse valor. Para isso, deverão informar o Número de Identificação Social (NIS), no ato da inscrição, até o dia 1º de março. O resultado das análises sai no dia 9 do mesmo mês.

Provas em maio
A prova objetiva será realizada no dia 1º de maio de 2016, e não mais no dia 24 de abril. O adiamento deve-se ao atraso na liberação do edital. Ela será realizada das 8h às 13h para os candidatos a analista, e da 15h às 20h para os concorrentes a técnico. Os técnicos administrativos serão submetidos a 80 questões que versarão sobre Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Matemático, Organização do MP, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo e Constitucional. Já os da área de notificações e atos intimatórios terão a disciplina de Informática substituída por Noções de Direito Processual, permanecendo as demais.

Para analista administrativo, serão aplicadas 100 questões de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Matemático, Organização do MP, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo e Constitucional, Administração Geral, Administração Pública e Contabilidade Pública. Já os da área processual responderão a perguntas de  Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Matemático, Organização do MP, Tutela Coletiva e Direito da Infância e Juventude, Direito Administrativo, Constitucional, Civil, Processual Civil, Penal e Processual Penal.

Elas serão aplicadas nos municípios de Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Itaperuna, Niterói, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Resende, Rio de Janeiro, Teresópolis e Volta Redonda. O edital completo pode ser consultado no documento abaixo, ao fim da matéria.  O concurso terá validade de 18 meses, prorrogáveis, prazo onde contratações adicionais poderão ser feitas. Os nomeados serão contratados pelo regime estatutário, garantindo, então, a estabilidade empregatícia.
Possibilidade de muitas contratações
Independentemente da oferta especificada em edital, de 21 vagas imediatas, os candidatos devem considerar o fato do MP-RJ realizar muitas contratações durante o prazo de validade de seus concursos. Em 2006, ano em que o ministério ofereceu 281 vagas, foram convocados 1.049 classificados ao longo dos quatro anos de validade. Já no último concurso, aberto em 2011 e estendido até o fim do ano passado, o ministério chamou 1.052 habilitados, número bem superior à oferta inicial de 155 vagas. Pelos números passados, há grandes chances do MP-RJ chamar mais de 1 mil candidatos nesse concurso.

Como o próprio procurador-geral já havia informado, a necessidade de pessoal no órgão é muito grande, o que certamente vai gerar muitas chamadas. Além disso, tramita na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) um projeto de lei criando 205 vagas (120 de técnico e 80 de analista) nos quadros do MP-RJ. Com a aprovação, esse quantitativo será utilizado para chamar aprovados deste novo concurso, conforme já informou o procurador Marfan Vieira.

0 comentários:

Postar um comentário