SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quinta-feira, 16 de junho de 2016

TCE/PR - Índice de nomeações além das vagas do concurso TCE-PR é de até 1.200%! Cespe será o organizador e até R$ 16 mil!

Quem já se prepara para o concurso que vem por aí do Tribunal de Contas do Paraná deve animar-se com os dados de nomeados do último concurso com edital iminente para o posto de analista de controle, que já tem o Cespe/UnB como organizador e edital iminente.
É que o índice de nomeados chega a 1.200% por cento para uma das especialidades, o que deverá se repetir no certame de 2016. A especialidade é a administrativa, destinada aos graduados em administração, em que o edital trouxe 2 vagas, mas foram nomeados 24 aprovados.
Em números gerais, o concurso de 2012, organizado pela FCC, ofereceu 29 vagas, divididas entre 7 especialidades. O número total de nomeados é satisfatório para quem estuda para a área fiscal, nada menos que 264. As áreas com maiores números de chamados são jurídica e contábil, com 10 vagas em edital e 108 e 67 candidatos nomeados, respectivamente, o que gera percentuais de até 1.080 por cento.  A primeira exige formação em direito, enquanto a segunda diploma de curso de ensino superior em Ciências Contábeis. Os dados e percentuais das demais áreas podem ser conferidos na tabela tradição de nomeação, disponível abaixo.
Cursos Completos em PDF e Videoaulas
O concurso
O edital é iminente para oferta de 12 vagas no cargo de analista. Conforme publicado no Diário de Justiça Eletrônico TCE, o órgão contratou o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), mais conhecido como Cespe/UnB, para organização de seu novo certame – veja abaixo. Agora, espera-se para as próximas semanas o fechamento do conteúdo das provas para que enfim possa haver a publicação do documento. 
O cargo de Analista de Controle exige nível superior nas áreas Jurídica (direito), Contábil, Administrativa, Econômica, Atuarial, de Informática e de Engenharia Civil. O novo plano de carreiras do órgão, que foi implantado em junho do ano passado, e começou a vigorar ontem, prevê um inicial de R$ 16,5 mil para a carreira.
Mas a evolução da carreira é um outro atrativo da carreira, pois os novos integrantes da carreira terão direito a recomposição inflacionário e, se considerar a inflação de 8%, por exemplo, o ganho chega a R$ 17.113,67. Outrossim, neste parâmetro, quem tem três anos de serviço no TCE, neste ano, a remuneração iria a R$ 20.340,71. Hoje o final de carreira é de R$ 34.276,47, ou seja, melhor que muitos concursos. O candidato deverá ter formação em curso superior nas áreas já mencionas, além de idade mínima de 18 anos, estar em dia com as obrigações militares e eleitorais e não registrar antecedentes criminais.
O último concurso para posto foi realizado em 2011 e organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Na ocasião,  4.320 candidatos tiveram suas inscrições deferidas, o que gerou uma disputa acirrada de 330 candidatos para cada vaga.
A distribuição de candidatos por vagas ficou da seguinte forma: Direito, 1.679 inscritos para dez vagas (uma reservada para afrodescendentes), o que significa uma concorrência de 167,9 candidatos por vaga; Contabilidade, 933 inscritos para dez vagas (uma reservada para afrodescendentes), o que perfaz uma média de 93,3 candidatos por vaga; Informática, 417 inscrições para duas vagas, o que significa uma proporção de 208,5 candidatos por vaga; Administração, 661 inscrições para duas vagas; Economia, 220 concorrentes para duas vagas, ou 110 candidatos por vaga; Atuária, vinte inscrições para uma vaga; finalmente Engenharia Civil, que teve 390 inscritos para duas vagas, o que significa uma concorrência de 195 candidatos por vaga. 
O concurso público teve provas objetivas e discursivas,  realizadas em Curitiba/PR. 
Fonte Gran Cursos

0 comentários:

Postar um comentário