SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Polícia Federal - Iniciais de R$22.102 mensais já a partir de janeiro

Atendendo à reivindicação da categoria, o governo enviou para o Congresso Nacional um projeto de lei prevendo o reajuste acordado com policiais federais. O Projeto de Lei (PL) 5.865/16, que precisa de aprovação dos parlamentares, prevê que os ganhos mensais de delegados e peritos em início de carreira passem para R$22.102,37 já a partir de janeiro do ano que vem. Com isso, os próximos concursados já deverão ingressar no órgão com os valores atualizados. O concurso 2017 da Polícia Federal depende apenas de uma sinalização favorável do Ministério do Planejamento para abrir 558 vagas, sendo 491 de delegado e 67 de perito.

Embora o governo federal tenha suspendido os concursos no Poder Executivo até o ano que vem, restam algumas exceções, entre elas, a PF, em função da autonomia garantida por meio do Decreto nº 8.326 de 2014. Entretanto, o Planejamento ainda precisa confirmar a existência de verba, o que tem adiado a abertura da seleção. A realização do concurso tem sido cobrada pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), que alerta que as cerca de 500 vagas desocupadas no cargo de delegado equivalem a cerca de 30% do efetivo total. O decreto de autonomia prevê a realização de concurso a partir de 5% de vagas não preenchidas.


“O discurso do governo interino é no sentido de que irá fortalecer a PF”, destacou o presidente da ADPF, Carlos Eduardo Sobral, justificando os trabalhos da entidade para viabilizar a abertura do concurso. O cargo de delegado é aberto a quem possui bacharelado em Direito e três anos de experiência em atividade jurídica ou policial. Para perito, a exigência é a formação superior correspondente à área de atuação (são várias). Em ambos os casos, também é necessária carteira de habilitação B ou superior.

Materiais Completos em PDF e Videoaulas

Parcelas - O reajuste de delegados e peritos será parcelado, com os valores subindo para R$23.130,48 em 2018 e R$24.150,74 em 2019, sempre com o auxílio-alimentação já incluído e considerando-se o valor atual, de R$458. Para agente, escrivão e papiloscopista, outros cargos da carreira de policial federal, o PL 5.865/16 prevê ganhos iniciais de R$11.897,86 a partir de janeiro do ano que vem, R$12.441,26 a partir de 2018 e R$12.980,5 de 2019 em diante (sempre com o auxílio).
Segundo o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Boudens, o cargo de agente é o que possui maior carência de pessoal atualmente, necessitando de, pelo menos, 6 mil policiais. Porém, a PF já informou que, no momento, não há previsão de concurso para o cargo, assim como para escrivão e papiloscopista. O último concurso de agente foi em 2014 e dos demais cargos, em 2012.

Concurso Agente da Polícia Federal

Fonte: Blog do Concurso

0 comentários:

Postar um comentário