SAIBA COMO FUNCIONA O

4° Simulado Nacional - Área Fiscal

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

TCE/PE - Edital em 2017! Iniciais de até R$ 17 mil

O Tribunal de Contas do Estado de Pernamburo (TCE-PE) já se programa para promover novo certame este ano.
De acordo com informações do órgão, a publicação do edital está prevista para o segundo semestre e contará com oportunidades para as carreiras de auditor fiscal das contas públicas e técnico auditor fiscal das contas públicas. Nos dois casos, para concorrer é necessário possuir curso de nível superior, com remunerações iniciais de R$ 14.941,86 para técnico e R$ 17.106,96 para auditor. Além disso,  a seleção também deverá contar com oportunidades para cargos na área administrativa, que ainda deverão ser confirmados.


O presidente do órgão, Carlos Porto de Barros, designou os servidores que terão o objetivo de examinar a legislação pertinente e adotar medidas necessárias à realização do concurso TCE PE 2017.
De acordo com informações do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (Sindicontas), o número de vagas ainda será definido, mas o quantitativo não deve superar uma oferta atual de 81 cargos vagos existentes, em decorrência de aposentadorias e falecimentos.
“Os atuais 648 servidores já encontram dificuldades para cumprir as competências constitucionais de controle externo, especialmente importantes no atual cenário. Sé em 2016 foram cerca de 40 novas aposentadorias. A expectativa, diante da reforma da previdência, é que este processo seja acelerado em 2017”, disse o presidente do sindicato, Márcio Santana. Ainda de acordo com ele, os recursos para a realização do concurso foram assegurados pelas recentes aposentadorias, ocorridas  no âmbito do programa de aposentadorias voluntárias, proposto pelo próprio sindicato.

Último concurso TCE PE

A última seleção do órgão, realizada em 2004, contou com uma oferta de 109 vagas, destinadas aos cargos de analista de sistemas, assistente técnico de informática e administração, auditor das contas públicas, auditor das contas públicas para a área de saúde (medicina, odontologia, farmácia ou enfermagem), bibliotecário, inspetor de obras públicas (arquitetura e engenharia), procurador do Ministério Público de Contas e procurador consultivo do tribunal de contas. A banca organizadora foi o Cespe/UnB.
No caso de auditor, a seleção contou com 120 itens versando sobre conhecimentos específicos, também sendo considerados títulos para a classificação final.

0 comentários:

Postar um comentário