SAIBA COMO FUNCIONA O

Coaching Concurseiros e Você

Analytics

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

ISS São José dos Campos: Edital publicado! Inicial de R$6,8 mil!


Prefeitura Municipal de São José dos Campos (Edital ISS São José dos Campos) publicou o edital com uma vaga para Auditor Tributário Municipal – Gestão Tributária. A remuneração inicial é de R$6.802,52, e pode ser acrescida de gratificações ao longo da carreira. As inscrições estarão abertas a partir das 10 horas de 24 de setembro, e vão até às 20 horas de 25 de outubro de 2018, exclusivamente pela internet no site da banca. A organizadora do certame é a Fundação Vunesp. O valor da taxa de inscrição é de R$82,20. Confira abaixo os detalhes do cargo ofertado.

O concurso irá contar com prova objetiva contendo 50 questões de Conhecimentos Gerais: Língua Portuguesa (10); Matemática (10); Noções de Informática (05), e Conhecimentos Específicos (25). A prova de Conhecimentos Específicos irá conter os conteúdos de contabilidade, contabilidade de custos, conhecimentos tributário e finanças públicas, direito constitucional, direito civil, economia, administração pública e auditoria. Será realizada também uma prova de redação.  A prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, visa avaliar o grau de conhecimento geral do candidato, bem como a capacidade de análise, entendimento e interpretação de informações, habilidade de trabalhar com estrutura lógica das relações, capacidade dedutiva e conhecimentos técnicos específicos do cargo. A prova objetiva será composta de questões de múltipla escolha, com 5 alternativas cada uma, sendo apenas uma alternativa correta. A prova objetiva e a prova de redação terão duração de 4 horas.
Sobre o cargo de Auditor Tributário Municipal 
Planejar, coordenar, supervisionar, controlar, executar e avaliar as atividades da Administração Tributária Municipal, em especial as de cadastramento, constituição de crédito tributário e sua cobrança, controle e arrecadação dos tributos municipais. Acompanhar, analisar, controlar e conferir o repasse das transferências constitucionais do ICMS, IPVA, ITR, IPI e FPM. Efetuar planejamento, participar e supervisionar a implementação de sistemas da área tributária. Propor novas tecnologias e procedimentos, especialmente voltados para a tecnologia da informação para aprimoramento da arrecadação tributária. Promover a educação fiscal e zelar pela eficiência do Fisco na consecução das receitas tributárias necessárias à sustentação dos bens e serviços oferecidos à Municipalidade.
Detalhes edital ISS São José dos Campos:
·        Concurso: Prefeitura Municipal de São José dos Campos (Edital ISS São José dos Campos)
·        Banca organizadora: Fundação Vunesp
·        Cargos: Auditor Tributário Municipal
·        Escolaridade: nível superior
·        Número de vagas: 1
·        Remuneração: inicial de R$6.802,52
·        Inscrições: de 24 de setembro até 25 de outubro de 2018
·        Taxa de inscrição: R$82,20
·        Data da prova: 9 de dezembro de 2018



quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Sefaz RS: SAIU Edital! 50 vagas com iniciais de R$ 20 mil!


Secretaria da Fazenda do Estado de Rio Grande do Sul, publicou mais um edital de concurso. Desta vez as vagas são destinadas ao cargo de Auditor-Fiscal da Receita Estadual (Edital Sefaz RS auditor). A seleção será organizada pelo Cebraspe e ofertará 50 vagas, sedo 37 para ampla concorrência, 5 destinadas a pessoas com deficiência e 8 reservadas para candidatos negros ou pardos.
As inscrições estarão abertas a partir do próximo sábado, 15/09 e vão permanecer abertas até às 18h do dia 13 de novembro de 2018. Os candidatos devem acessar o endereço eletrônico  http://www.cespe.unb.br/concursos/sefaz_rs_18_auditor, preencher o cadastro e pagar a taxa de R$ 187,77. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 27 de dezembro de 2018.
Etapas do Concurso:
Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva. Essa prova será dividida em três blocos. Confira a divisão na tabela abaixo:




A prova objetiva Bloco I terá a duração de 5 horas e será aplicada na data terá a duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 3 de fevereiro de 2019, no turno da manhã. E a prova objetiva Bloco III terá a duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 3 de fevereiro de 2019, no turno da tarde.

Cargo, requisitos e atribuições
Auditor-Fiscal da Receita Estadual.
REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior, em grau de bacharelado, de duração plena, em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Jurídicas e Sociais, Engenharia ou Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
REMUNERAÇÃO: R$ 20.463,50 (vencimento básico mensal, acrescido de Prêmio de Produtividade e Eficiência variável, correspondente ao mês de julho de 2018).
JORNADA DE TRABALHO: regime de trabalho de tempo integral (40 horas semanais), podendo ser exigido o comparecimento ao local de trabalho aos sábados, domingos e feriados ou no período da noite, por determinação de superior hierárquico, vedado o exercício de outra atividade pública ou privada, à exceção do disposto no § 2º do art. 20 da Lei Complementar Estadual nº 13.452/2010, de desempenho de mandato eletivo de cargo público, de funções em entidades da Administração Indireta do Estado, e de cargo de magistério, este último, em consonância ao art. 37, XVI, b, da Constituição Federal.
DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: compete ao Auditor-Fiscal da Receita Estadual, Classe A, além das atribuições decorrentes do disposto no art. 37, XXII, da Constituição Federal e na Constituição do Estado do Rio Grande do Sul, sem prejuízo das demais atribuições e prerrogativas estabelecidas na Lei Complementar Estadual nº 13.452/2010, as seguintes atribuições: lavrar termos, intimações, notificações, autos de apreensão, na conformidade da legislação competente; dar início à ação fiscal, executar a auditoria fiscal em relação a contribuintes e demais pessoas naturais ou jurídicas envolvidas na relação jurídico-tributária e constituir o crédito tributário mediante o respectivo lançamento; exercer a fiscalização repressiva, com imposição das multas cabíveis, nos termos da lei; proceder à apreensão, mediante lavratura de termo, de bens, equipamentos, objetos, livros, papéis e documentos em qualquer meio de armazenamento, inclusive digital ou eletrônico, necessários ao exame fiscal; proceder à verificação do interior dos estabelecimentos de contribuintes e demais pessoas vinculadas à situação que constitua fato gerador de tributo; determinar a abertura de móveis, lacrá-los ou removê-los em caso de negativa, até que, mediante colaboração policial ou por via judicial, seja cumprida a ordem; proceder ao arbitramento do montante das operações realizadas pelo sujeito passivo da obrigação tributária, nos casos e na forma previstos em lei; proceder à intimação de contribuintes e outras pessoas naturais ou jurídicas, de direito privado ou público, a fim de prestarem
informações e esclarecimentos devidos ao fisco por força de lei; representar a Receita Estadual, pronunciando-se em procedimentos judiciais e extrajudiciais de inventários, arrolamentos, separações, divórcios e sobrepartilhas, acerca dos valores de bens e de direitos a eles relativos, inclusive como assistente técnico, nas avaliações judiciais contraditórias, e do correto lançamento do cálculo de liquidação judicial e demais fatos geradores de tributos de competência estadual; proceder à estimativa fiscal de bens, inclusive quando contraditória, para fins de recolhimento de tributos; administrar e executar a cobrança administrativa dos créditos tributários e não tributários, inclusive sua inscrição em dívida ativa; gerenciar e, em fase administrativa, conceder moratória e parcelamento dos créditos tributários e não tributários; responder a consultas formuladas por contribuintes no âmbito da administração tributária estadual; prover a interpretação oficial para a aplicação da legislação tributária estadual; elaborar e expedir normas jurídicas e propor a edição de leis e decretos pertinentes, relativos às atividades da Receita Estadual; atuar no procedimento administrativo-tributário de primeira instância, em qualquer fase do processo, inclusive no julgamento, e em segunda instância na qualidade de membro julgador, representante da Secretaria da Fazenda, ou de Defensor da Fazenda Pública; exercer ou executar outras atividades ou encargos pertinentes à ação fiscal relativa aos tributos dos quais o Estado detenha capacidade tributária ativa; dar cumprimento à legislação tributária; gerenciar, supervisionar e especificar os sistemas de informação da Receita Estadual.


Detalhes do edital Sefaz RS Auditor:
·        ConcursoSecretaria da Fazenda do Estado do Rio Grande do Sul (Concurso Sefaz RS auditor). 
·        Banca organizadora: CEBRASPE
·        Cargos: Auditor-Fiscal
·        Escolaridade: níveis  superior
·        Número de vagas: 50 
·        Remuneração: R$ 20.463,50
·        Inscrições: de 15 e setembro a 13 de novembro de 2018. 
·        Taxa de inscrição: R$ 187,77
·        Data da prova:
1ª bloco  2 de fevereiro de 2019,
2º bloco  3 de fevereiro de 2019 (manhã)
3º bloco  3 de fevereiro de 2019, (tarde)

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Sefaz SC: SAIU EDITAL! São 90 vagas para Auditor com inicial de R$22,8 mil!

Acaba de ser publicado o edital para o concurso da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina (edital Sefaz SC) para a carreira de Auditor-Fiscal da Receita Estadual. Para quem aguardava a seleção, a secretaria está ofertando 90 vagas imediatas, mais formação de cadastro reserva para as vacâncias das vagas relativas ao Nível I da carreira que forem surgindo. 
O concurso será realizado nas 3 áreas de conhecimento: Auditoria e Fiscalização, Gestão Tributária e Tecnologia da Informação. A jornada de trabalho para o cargo é de 40 horas semanais. A escolaridade necessária para o ingresso no Nível I da carreira de Auditor Fiscal da Receita Estadual da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina é curso superior em nível de graduação, em qualquer área, a ser comprovada no ato da posse com a apresentação de diploma devidamente registrado no Ministério da Educação. A remuneração inicial do Auditor Fiscal a Receita Estadual é de R$ 22.853,33.
Os códigos de opção, o cargo/área de conhecimento e o número de vagas são os estabelecidos a seguir.



As inscrições ficarão abertas, exclusivamente, via Internet, no período das 10h do dia 10/09/2018 às 14h do dia 10/10/2018 (horário de Brasília). O valor da taxa de inscrição no concurso público é de R$ 250,00.
Edital Sefaz SC: etapas e provas
No concurso constarão as seguintes provas, números de questões, peso, caráter e duração, conforme tabela abaixo:

As Provas Objetivas 1, 2 e 3 constarão de questões objetivas de múltipla escolha (com cinco alternativas cada questão) e versarão sobre as disciplinas que constam no edital detalhadas para cada área pretendida.
As provas serão realizadas nas Cidades de Florianópolis/SC, Joinville/SC, Chapecó/SC, Criciúma/SC. A aplicação das Provas Objetivas 1, 2 e 3 está prevista para os dias:
a) 17/11/2018 – sábado período da tarde – Prova Objetiva 1
b) 18/11/2018 – domingo período da manhã Prova Objetiva 2 e período da tarde Prova Objetiva 3.
Após a nomeação e a posse, o Auditor-Fiscal da Receita Estadual recém ingresso ficará à disposição da Diretoria de Administração Tributária – DIAT, antes de entrar em exercício em sua lotação inicial, para ser submetido a programa de ambientação e treinamento funcional. A Secretaria de Estado da Fazenda do Estado de Santa Catarina será a responsável pelo planejamento pedagógico, seleção de instrutores, espaço físico e tecnológico para a realização do programa de ambientação e treinamento funcional.
As aulas, preferencialmente, serão realizadas nas dependências da Secretaria de Estado da Fazenda do Estado de Santa Catarina, em Florianópolis. As aulas práticas poderão ser realizadas fora das dependências da Secretaria de Estado da Fazenda do Estado de Santa Catarina e exigir realização de viagens dentro do Estado de Santa Catarina. Assiduidade e pontualidade serão apuradas durante o Estágio de Orientação e Treinamento Funcional.
Detalhes edital Sefaz SC
·       Concurso: Secretária da Fazenda do Estado de Santa Catarina (edital Sefaz SC)
·        Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas 
·        Cargo: Auditor Fiscal 
·        Escolaridade: nível superior
·        Número de vagas: 90 +CR
·        Remuneração: inicial de R$22,8 mil 
·        Taxa de inscrição: R$ 250,00
·        Data de inscrição: 10/09/2018 até dia 10/10/2018
·        Data da prova: 17 e 18 de novembro de 2018




quarta-feira, 22 de agosto de 2018

MPU 2018: SAIU Edital! Iniciais de até R$ 11 mil!


Acaba de ter o edital publicado no Diário Oficial da União. O Ministério Público da União (Edital MPU 2018) oferta 47 vagas nos cargos de Analista do MPU/Direito e Técnico do MPU/Administração, além de formação de cadastro de reserva.
A organização do certame está sob a responsabilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – Cebraspe que receberá as inscrições dos interessados no concurso em seu site no período das 10h do dia 23/08 até às 18h do dia 10/09. A taxa de inscrição é de R$ 60 para o cargo de nível superior e R$ 55 para o cargo de nível médio. O pagamento da taxa deve ser efetuado até o dia 1º de outubro.
Durante o período de inscrições, a solicitação de inscrição feita para o cargo de Analista do MPU ou para o cargo de Técnico do MPU poderá ser alterada no que diz respeito a: UF de vaga, cidade de execução das provas, sistema de concorrência, atendimento especial, sendo vedada a alteração de Analista para Técnico, ou de Técnico para Analista.
edital MPU 2018 permite que os candidatos se inscrevam para os dois cargos ofertados, já que as provas serão aplicadas em horários opostos.
Quadro de vagas Edital MPU 2018
► Analista do MPU – Apoio Jurídico – Especialidade: Direito
Para Analista, são ofertadas 36 vagas nos estados do Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio de Janeiro, Rondônia, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
►Técnico do MPU – Apoio Técnico-Administrativo – Especialidade: Administração 
Já para o cargo de Técnico, a oferta é de 11 vagas para os estados do Acre, Amapá, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.
Confira a distribuição das vagas na tabela abaixo:
 Edital MPU: quadro de vagas

Etapas do Edital MPU 2018
A aplicação das provas do concurso MPU está prevista para o dia 21 de outubro de 2018. Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva com 120 questões e discursiva, somente para o cargo de Analista, de caráter classificatório e eliminatório.
As provas objetivas e a prova discursiva para o cargo de Analista do MPU terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 21 de outubro de 2018, no turno da manhã. A prova objetiva contará com questões de conhecimento básico: Português, Acessibilidade, Ética no serviço público e Legislação aplicada ao MPU e CNMP. E conhecimentos específicos: Direito constitucional, Direito administrativo, Direito do trabalho, Direito processual do trabalhoDireito civil, Direito processual civil, Direito penal e processual penal e Direito penal militar e processual penal militar.
As provas objetivas para o cargo de Técnico do MPU terão a duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas na data provável de 21 de outubro de 2018, no turno da tarde. A prova objetiva contará com questões de conhecimento básico: Português, Acessibilidade, Ética no serviço público e Legislação aplicada ao MPU e CNMP. E conhecimentos específicos:  Direito constitucional, Direito administrativo, Administração, Arquivologia e Administração financeira e orçamentária.

 ► Analista do MPU – Apoio Jurídico – Especialidade: Direito
Detalhes da prova para o edital MPU.

►Técnico do MPU – Apoio Técnico-Administrativo – Especialidade: Administração 
Especificação de prova do edital MPU.








segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Sefaz SC: FCC é a organizadora! Serão ofertadas 90 vagas e inicial de R$22 mil!


Foi publicado no Diário Oficial de Santa Catarina desta segunda-feira (13), a dispensa de licitação em que fica contratada a banca Fundação Carlos Chagas (FCC) para realizar o concurso da Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina (Concurso Sefaz SC). O certame foi autorizado no final de junho pelo governador e visa o provimento de 90 vagas para o cargo de Auditor Fiscal da Receita Estadual. Com a banca definida, a seleção deve ter seu edital publicado em breve. 

Confira a nota divulgada pelo Diário Oficial:


A ideia do órgão é posicionar os auditores nos setores que realmente sofrem com a falta de pessoal. Justamente por isso, o concurso Sefaz SC está sendo planejado com foco nas áreas escassas, como de conhecimento jurídico-tributário e contábil, e ferramentas de banco de dados. A Gerência de Gestão de Pessoas realizou um levantamento recentemente, mostrando que estão vagos 90 oportunidades para a carreira de Auditor Fiscal da Receita Estadual de nível I.
O concurso Sefaz SC tem uma das melhores remunerações do país, de acordo com a última tabela de 2017, a carreira tem ganhos iniciais de R$22.800,52 mais alguns benefícios que são inclusos na carreira. Atualmente, os salários podem chegar a mais de R$30 mil. 

Autorização concurso Sefaz SC

A autorização do concurso Sefaz SC foi deferida em junho de 2018. De acordo com o documento, serão providos 90 vagas na carreira de Auditor Fiscal da Receita Estadual. A nomeação dos aprovados acontecerá a partir de 2019.

Projeto Alta Performance: Coaching Concurseiros

O Coaching Concurseiros possui a melhor e mais completa preparação para concursos do país. Para conhecer os detalhes deste superprojeto, CLIQUE AQUI!!

Abaixo, seguem alguns diferenciais do Coaching Concurseiros:

🎯Preparação especializada e realmente personalizada;

💻A mais moderna e completa plataforma de estudos do país;

📈Monitoramento de todos os dados em tempo real pela plataforma (Não há utilização de planilhas em excel);

📈 Aferição e controle da velocidade de estudo, capaz de detectar e corrigir pontos de deficiência na evolução de cada aluno;

🎤🎧🖥📞📱Comunicação célere e eficiente entre coach/coachee: canal direto (plataforma), WhatsApp, e-mail, telefone, redes sociais, Skype e Stream;

🕵🕵🏻‍♀️Todos os Mentores são altamente especializados na preparação para concursos públicos, além de ocuparem cargos relevantes em carreiras típicas de Estado;

📈 Simulados de provas objetivas, em média, a cada 35 dias, com ranking, relatório de desempenho, detecção de pontos de melhoria e comparativo matéria a matéria com os desempenhos dos primeiros colocados;

📈 Simulados de provas discursivas, com correção de conteúdo e de uso do idioma, realizada por profissional com formação e experiência na área;

📊Relatórios estruturados produzidos e disponibilizados semanalmente (ou a qualquer momento, se necessário);

📕📗Materiais Próprios e Exclusivos em disciplinas-chave (Confira os Cursos Exclusivos para Alunos);

🕵🕵 Equipes de suporte administrativo e de tecnologia da informação sempre de prontidão para subsidiar o atendimento;

📊 94% dos alunos com suas expectativas superadas!

Você quer ter a melhor preparação para Auditor Fiscal do ICMS-SC? Então, não perca tempo!