SAIBA COMO FUNCIONA O

Coaching Concurseiros e Você

Analytics

terça-feira, 7 de agosto de 2018

Concurso PF: retificação altera data da prova para 16 de setembro


O Cebraspe, organizador do concurso PF, divulgou nesta segunda-feira, 6, que a data da prova da Polícia Federal foi alterada e as inscrições foram reabertas para alguns cargos, em condições específicas. Agora, a primeira fase da seleção será realiza em 16 de setembro, e não 19 de agosto como previsto inicialmente.
Com a mudança no cronograma do concurso da Polícia Federal, o cartão de convocação informando quando seriam divulgados os locais de provas não serão mais publicados nesta quinta-feira, 9. De acordo com o edital de retificação, essa convocação ocorrerá dez dias antes do exame, em 6 de setembro, no site banca. Embora tenha alterado datas e reaberto o prazo, a PF e o Cebraspe reafirmam que não houve alteração no número de vagas do concurso PF.
O esquema de aplicação do exame objetivo e discursivo permanece o mesmo. Para todos os cargos, exceto o delegado, as provas serão realizadas no turno da tarde e com cinco horas de duração. Para os concorrentes a delegado o exame objetivo ocorrerá no turno da manhã e o discursivo na parte da tarde, com quatro horas cada. De acordo com o edital de retificação, o resultado final da prova objetiva e o provisório da discursiva estão previstos para sair no dia 10 de outubro, no site da banca.


Inscrições foram reabertas para negros e deficientes

Outra boa notícia é que o prazo de inscrições também foi reaberto para algumas áreas do cargo de perito, em condições específicas. Candidatos que desejam concorrer nas áreas 5, 6 e 10 como deficientes e negros e nas áreas 7, 9 e 11 apenas como deficientes poderão se candidatar na seleção em um novo prazo.
As inscrições serão reabertas a partir das 10h desta terça-feira, 7, e ficarão disponíveis até as 18h do dia 13, também de agosto, pelo site do Cebraspe, o organizador da seleção. Os candidatos devem acessar o site da banca e preencher o formulário com os principais dados. Para confirmar a participação, será preciso quitar a taxa de R$250 por meio da Guia de Recolhimento da União (GRU).


Prova do concurso PF terá 120 questões

O exame objetivo e discursivo do concurso da Polícia Federal serão realizados com caráter eliminatório e classificatório. Além das provas escritas, outras etapas como o exame de aptidão física, a prova prática de digitação, a avaliação médica, a avaliação psicológica, a avaliação de títulos serão realizadas em todas as capitais, além do Distrito Federal.
A prova objetiva do concurso da Polícia Federal será composta por 120 questões, dividida por disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos. O resultado da prova objetiva está previsto para sair no dia 19 de setembro. A prova discursiva, por sua vez, vai variar de acordo com a carreira. Todos os participantes realizarão um texto dissertativo de no máximo 30 linhas, exceto o delegado, que terá três questões dissertativas pela frente. Confira as demais etapas:

- Exame de aptidão física;
- Prova oral (somente delegado);
- Avaliação médica;
- Avaliação psicológica;
- Avaliação de títulos (somente delegado e perito);
- Prova prática de digitação (somente escrivão).
- Investigação social;
- Curso de formação.

edital do concurso PF foi divulgado no dia 15 de junho, no Diário Oficial da União, com 500 vagas para os cargos de agente, escrivão, delegado, perito e papiloscopista, com requisito de nível superior. A remuneração inicial varia de acordo com o cargo, podendo chegar a R$23.130 e carga horária de de 40 horas semanais. Do total das vagas, 373 são para disputa em ampla concorrência. Há também reserva de vagas para deficientes (27) e negros (100).

0 comentários:

Postar um comentário